Brazilian CP, Boletim Portal PCB Nº 158

7/10/18 4:02 PM
  • Brazil, Brazilian Communist Party Pt South America Communist and workers' parties

 Pela imediata libertação do ex presidente Lula, contra a insurreição judicial do juiz Sergio Moro!

08/07/2018

Nota Política do Partido Comunista Brasileiro – PCB

No início deste domingo, o desembargador Rogerio Favreto do tribunal regional da 4ª região concedeu habeas corpus ao ex-presidente Lula. O PCB nunca escondeu suas profundas divergências com o ex-presidente e seu partido, no entanto, consideramos que o processo contra Lula reflete uma clara posição política da burguesia brasileira e do imperialismo em não aceitar sequer uma liderança conciliadora para poder atacar, sem atenuantes e com maior intensidade, os direitos sociais, políticos e democráticos dos trabalhafores, por meio dos retrocessos em curso no país e na América Latina.

 

Marx200 Brasil

06/07/2018

Marxismo21.org

Este dossiê busca divulgar o conjunto de livros, revistas, artigos, teses e dissertações acadêmicas e outros materiais que, no Brasil, foram produzidos sob a orientação teórica de Karl Marx. Acredita o  site que a forma mais pertinente e consistente de homenagear este pensador revolucionário é a de mostrar a profunda influência que sua obra exerceu e continua exercendo  sobre o pensamento crítico brasileiro.

 

Wagner Lino, presente!

04/07/2018

Nota do Partido Comunista Brasileiro – PCB

Neste último dia 2 de julho de 2018, recebemos a noticia do falecimento do camarada Wagner Lino Alves, metalúrgico, militante do PT de São Bernardo do Campo, que foi vereador naquela cidade por três mandatos e deputado estadual por um mandato.

 

Reforma Trabalhista aprofunda empobrecimento e desigualdades

04/07/2018

João Vitor
---------- Mensagem encaminhada ----------
De: Heitor Cesar R. Oliveira <heitor.pcb@hotmail.com>
Data: 9 de julho de 2018 18:13
Assunto: Boletim Portal PCB Nº 158
Para:
Santos

Seis meses depois da implementação da Reforma Trabalhista, aprovada em novembro de 2017, os setores mais afetados pelas mudanças na legislação são aqueles que convivem com baixos salários, alta rotatividade e informalidade, mas as consequências também serão sentidas pela classe média, diz Barbara Vallejos Vazquez à IHU On-Line, na entrevista a seguir, concedida por e-mail. “Muitos setores ainda estão começando a aplicar as novas regras. Infelizmente, penso que a Reforma será pesada para os setores mais pauperizados, mas não irá poupar as ocupações de classe média. Diversas empresas públicas que geram empregos estáveis e com maior remuneração, como Caixa, BB, Petrobras, abriram programas de demissão voluntária após aprovação da Reforma.

 

 

Bloco do Poder Popular participa do cortejo de dois de julho

04/07/2018

Comitê Regional do PCB da Bahia

Os desafios de sobrevivência para a classe trabalhadora estão cada vez mais complexos. O desemprego no Brasil já alcançou 13%, na Bahia já está em 16,9%, a mais alta desde 2012, segundo o IBGE. As tarifas de água, energia e combustível atingem valores cada vez mais distantes da realidade da população de baixa renda.

 

 Campos de concentração nos EUA

04/07/2018

ODiaio.info

Nos EUA, onde boa parte do sistema prisional é negócio privado, a repressão e o aprisionamento da emigração ilegal é igualmente um chorudo negócio. De costa a costa estão a ser construídos campos de concentração. A emigração, nos EUA como em outros países, é mais um pretexto para eliminar direitos e para aumentar ainda mais a exploração e a precariedade dos trabalhadores, sejam eles legais ou ilegais.

 

 Argentina: marcha contra o FMI em 9 de julho

07/07/2018

Buenos Aires
Prensa Latina

Um grupo de personalidades políticas, da arte e da cultura, convocam a população argentina para marchar contra o retorno do Fundo Monetário Internacional (FMI) no próximo dia 9 de julho, quando se cumprirão os 202 anos da independência argentina.

 

 

 PCB e lideranças indígenas na visita de Boulos a Natal-RN

06/07/2018

Na última quarta-feira, dia 04-07-2018, o PCB e lideranças indígenas saudaram o pré-candidato à Presidência da República, Guilherme Boulos, em sua visita a cidade do Natal no Rio Grande do Norte.

 

 

 México entre a esperança e a conciliação

05/07/2018

por Diógenes Moura Breda

IELA

“Todo parecía estar como en espera de algo”
Juan Rulfo, Pedro Páramo, 1955.

“É a primeira vez em décadas que saímos às ruas para comemorar uma vitória política”, comenta uma amiga que vive na Cidade do México. Ao fundo da ligação, exclamações de milhares de pessoas que caminhavam rumo ao Zócalo, o grande quadrilátero formado pela Catedral Metropolitana, pelas ruínas do Templo Mayor, pelo Palácio Nacional e por outros prédios coloniais da capital mexicana. Na noite do 1º de julho de 2018, o conhecido ponto de encontro não acolheu uma marcha pela aparição dos 43 estudantes de Ayotzinapa, contra a privatização do petróleo, contra a reforma educativa ou em memória dos mortos de 2 outubro de 1968. Não. Desta vez, a bandeira tricolor levantada no centro da praça maior da capital tremulava com os gritos de esperança de um país destroçado, após o processo eleitoral mais violento da história recente e sobre o qual pairava, uma vez mais, o fantasma das fraudes eleitorais que obstruíram o caminho da esquerda em eleições passadas.

 

 

 Neocolonialismo e “crise dos imigrantes”

04/07/2018

ODiario.info

Manlio Dinucci

Com um notável poder de síntese, este texto diz o essencial sobre a “crise” sobre a qual as grandes potências capitalistas se dizem preocupar. Na verdade, são elas as responsáveis pelos enormes fluxos migratórios em causa. Com as suas políticas de exploração neocolonial de recursos alheios, com a destruição militar de países que de algum modo resistam à sua dominação, com a imposição da pobreza extrema e da dependência a gigantescas massas humanas.

 

 Assassinos de Victor Jara são condenados no Chile

04/07/2018

 

A justiça chilena tardou, mas se cumpriu. Nove ex-funcionarios do exército foram condenados pelo sequestro e assassinato do cantor e compositor chileno Victor Jara, bem como do dirigente comunista Littré Quiroga, em setembro de 1973.